Análise da actividade das marcas em redes sociais

No dia 25 de fevereiro, se apresentou no Círculo de Belas Artes de Madrid, o Estudo Top 50 marcas em mídias sociais, que pretende fazer uma radiografia do setor do Social Media em Portugal.

O estudo surge da necessidade do IAB Portugal, Ontwice e Gestazión de padronizar um modelo de avaliação da actividade das marcas nas mídias sociais. Aplicam para isso, o modelo PRGS (Presença, Resposta, Geração e Sugestão), que tem em conta as seguintes métricas para a análise da atividade em redes sociais:

www.seopapese.club www.seopapese.club graficos eva 715x500 1

Fonte: IAB Portugal

E o fazem sobre as 50 marcas dos 10 setores do mercado que mais investem em publicidade digital: Alimentação, Automotivo, Bebidas, Beleza e Higiene, Cultura e Mídia, Distribuição e Restauração, Jogos e Apostas, Serviços Públicos, Telecomunicações e Tecnologia e Transportes e do Turismo.

Desta análise, serão deduzidas as seguintes conclusões sobre o mercado de redes sociais em Portugal:

Presença

O volume de fãs das marcas cresceu 30% no último ano, ao atingir um tamanho médio por comunidade de 452.270 usuários. Os setores mais relevantes quanto ao volume de comunidade são a Distribuição e a Restauração. De fato, as 50 marcas analisadas, destacam-se Fox, El Corte Inglês e Durex.Além disso, as marcas têm multiplicado por 5 a sua atividade em redes sociais, gerando uma média de 532 conteúdos por mês.

Resposta

Os usuários têm multiplicado por 3 a resposta dos conteúdos das marcas que seguem. O número de respostas geradas destacam-se os setores, Cultura e Mídia, com Universal, Warner e Coca-Cola na cabeça.

Saiba Mais:  Crises em Redes Sociais, por que ocorrem? como prevenir? como geri-los?

Geração

No último ano, foi multiplicado por 12, o conteúdo gerado pelo usuário (CGU) e vinculado às marcas. Neste domínio, destaca-se o setor de Telecomunicações e Tecnologia, com a Sony, O Corte Inglês e Laranja na cabeça por número de conteúdos que geram seus próprios usuários.

Sugestão

Cada vez mais, as mídias sociais são o canal preferido dos usuários recomendar marcas. Tanto é assim que, no último ano foi multiplicado por 8 a geração de sugestões. Os setores, Cultura e Mídia são os que mais geram recomendações, resultando relevantes neste domínio Universal, a AECC e Bwin.

Embora o Facebook é a rede mais utilizada pelas marcas para criar uma comunidade (P1), é no Twitter , onde geram mais atividade (P2) e no Youtube , onde são dadas mais respostas do que os usuários (R). Além disso, o Facebook e o Twitter são os sites preferidos pelos usuários para gerar o conteúdo (G) e sugerir as marcas aos seus contatos (S).

Artigos relacionados

Como escrever uma bio autêntica para o Instagram ou em outras redes sociais

Como passar no exame certificado do Google Analytics

Crises em Redes Sociais, por que ocorrem? como prevenir? como geri-los?

O que é o Social Selling?

O que é CRM Social? Para que serve?

O que é o dark social?

O que publicar conteúdo em cada rede social?

por que são importantes na sua estratégia de Social Media?

Como saber se a sua estratégia em redes sociais funciona?

O que é melhor publicar em redes sociais?

Uma imagem vale mais que mil palavras nas redes sociais

Taxa de rejeição e tempo de permanência no Google Analytics

Tamanho das imagens em redes sociais em 2020

Privacidade em redes sociais, até onde?

Os melhores blogs de Social Media

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.