Regras para fazer Marketing de Conteúdo

Todo mundo sabe fazer conteúdos. Estamos na era da informação e, hoje em dia, quem não tem publicado um post? No entanto, continuo repetindo que ter um blog e ser constante, não é fácil.

Não é fácil, porque se continua a acreditar que um blog é sinônimo de produzir conteúdo, quando ter um blog é muito mais do que a produção. Medição, otimização, divulgação e gestão são partes igual ou mais importantes de uma estratégia de Marketing de conteúdo e não se dá tanta importância ao processo de criação. Mesmo que deve ser.

Uma das razões é a falta de tempo quando o foco normalmente está em ser constante na produção. Como ganhar tempo para fazer conteúdos melhores e em menos tempo? Concentre-se em seguir algumas regras otimizar o seu tempo:

Pareto

Um dos princípios-chave em Digital. Com o 20% do trabalho deverá obter 80% do resultado. Como conseguir isso? Concentra seus esforços em lançar rápido e testar interesse, de maneira que possa otimizar a posteriori. Se você gastar muito esforço para a produção de algo que você não sabe se funcionará, normalmente, não o vai fazer e você terá perdido muito tempo (e tempo é dinheiro).

Uma regra de ouro:

Regra dos terços

Para mim, a fórmula definitiva (já o tenho dito muitas vezes).

Tudo que eu faço eu tento despiezar, de forma que possa construir processos e metodologias. Uso muito esta regra para tudo: é perfeita para a difusão, para a produção e até mesmo para a gestão.

Regra dos terços na produção de conteúdos

Ao produzir conteúdo, é diversificar o máximo possível para detectar novas audiências. Para isso, usando a regra dos terços pode dedicar:

1/3 para o conteúdo que funciona: conteúdo que já sabemos previamente que funciona e o que vai nos dar essa estabilidade de crescimento.
1/3 a um conteúdo otimizado/reutilizado: hoje já ninguém questiona a importância da reutilização de conteúdos. É uma técnica imprescindível para reduzir esforços e otimizar o impacto de nossa estratégia.
1/3 para o conteúdo experimental: conteúdo que você não tem ideia se irá funcionar ou não, e que, no caso de que funcione, vai gerar um crescimento de tráfego exponencial. Caso não funcione, servirá de aprendizado. Aqui podemos colocar como hipótese que gostaríamos de validar.

70-20-10

Uma de nossas primeiras fórmulas.

Consiste em dividir a produção de conteúdos:

70%: índice que funciona, simples, que fazemos em pouco tempo e com o que obtemos resultados seguros.
20%: conteúdo pata negra. Mais complexo, avançado e de longa duração, normalmente mais de 1000 palavras.
10%: conteúdo experimental. Tal como vimos na regra dos terços, este conteúdo é o que não sabemos como vai funcionar e nos permite experimentar novos formatos e testar hipóteses.

Uma fórmula muito parecida com a anterior, e que a acolhemos e otimizado, é a fórmula 4-1-1.

4: conteúdo regular/novo: esse conteúdo que dizíamos antes que funcionava. Fácil de fazer e que sabemos previamente que vai gerar tráfego e funcionar para nossa audiência.
1: conteúdo republicado: conteúdo antigo que voltamos a publicar otimizado e adaptado para a data atual para que continue transformando e gerando tráfego.
1: conteúdo especial: conteúdo experimental que não sabemos se vai funcionar e que nos permite experimentar novos formatos.

O mais importante de tudo é que façamos nossa própria metodologia para obter os melhores resultados. Não nos obsesionemos com regras que outros lhe funcionam e buscarmos a nossa própria fórmula mágica.

Artigos relacionados:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on tumblr