10 tipos de conteúdo que você deveria estar fazendo no seu blog

Na hora de fazer uma correcta planificação de conteúdos para a sua estratégia de Inbound Marketing é importante diversificar, tanto em formatos como temáticas para maximizar a atração de tráfego.

Só assim chegaremos sem problemas para atrair corretamente as buyer pessoas que precisamos para conseguir novos clientes. Dentro de estes tipos de conteúdo, há uma série deles que você tem que fazer SIM ou SIM se quiser obter resultados. Vejamos quais:

“Como…”

O conteúdo mais comum. O post com dicas, accionable, o post tutorial onde explicar ao usuário como solucionar um problema de forma rápida e concreta.

É dos que melhor funcionam porque resolve um problema específico que o usuário possui.

Exemplo: Como obter mais tráfego com o Twitter

conteúdo que você deveria estar fazendo no seu blog

Listas

Listas internas ou externas. Aqui cabe qualquer conteúdo que sirva como a coletânea de exemplos ou links.

Funciona muito bem, porque nos permite ter muito conteúdo em um só post.

Exemplo: Lista final de ferramentas de Inbound Marketing

Costeletas / Folhas de trabalho e Listas de verificação

A chave no Marketing de Conteúdo está em ajudar e entender o usuário. Ajudar é educar. E educar é colocá-lo fácil. Nada melhor do que estes conteúdos para torná-lo fácil para o usuário. Folhas com dicas rápidos e claros, para ter sempre à mão.

Exemplo: Checklist de SEO definitivo

Reviews

De certeza que mais de um usuário de seu blog se pergunta diariamente: “Como funciona…?”. Como já dissemos antes, o Marketing de Conteúdo fala de resolver problemas e esses problemas vêm na forma de perguntas que fazem seus usuários no Google.

É a hora de resolver essas questões com reviews de produtos e aplicações que utilizamos no dia-a-dia, tirando suco de funcionalidades e opções que só tu conheces.

Exemplo: Lander vs Unbounce

Posts controversos ou de opinião

Se você faz sempre o mesmo, você obterá sempre o mesmo. Nós temos certeza do que implementamos a fórmula 70-20-10, onde gastamos 10% de nossos conteúdos, a experimentação, para, em seguida, medir o que funciona e o que não e, sobre tudo, para dar um ar diferente ao dia-a-dia.

Essa experimentação, no nosso caso, vem muitas vezes em formato de post polêmico, que sempre funciona muito bem, porque ou gera crítica ou gera engajamento, e seja como for, ambas as coisas são perfeitas.

Exemplo: Passos para se tornar um verdadeiro storyteller

Infográficos

Reconheço, cada vez que vejo “infográfico” antes do título ou em um tweet, não clico em quase nenhum deles. Estão trilladas, já não funcionam tão bem (e é normal após o autêntico boom nos últimos dois anos). No entanto, devem fazer parte de uma estratégia de Marketing de Conteúdo como convidadas dos posts mais importantes.

Pensa em suas próximas infográficos como as peças perfeitas para completar um post.

Exemplo: Facebook 10 anos e 10 curiosidades

Guest posts

Já dissemos muitas vezes que uma das chaves em uma estratégia de conteúdo é, além de publicar em nosso próprio contêiner, sair para escrever em outros blogs onde maximizar a visibilidade e obter um tipo de tráfego diferente.

Exemplo: 8 dicas de copywriting para escrever em redes sociais como um titã

Séries de posts

Uma maneira simples de maximizar o impacto de uma boa idéia é quebrá-lo em pequenas partes. As séries de posts ajudam a melhorar o posicionamento e geram atenção do usuário, que espera para a próxima série impaciente.

Não faça somente grandes peças de conteúdo, tente quebrá-los de vez em quando, surpreenda o usuário.

Exemplo: Melhorar formulários I e Melhorar formulários II

Vídeos

Já não faz falta falar de estatísticas para entender a importância do vídeo em uma estratégia de conteúdo. Como conselho, não vá louco, não há necessidade de passar de 0 a 100 da noite para o dia.

Não há falta que procurem a mega produção. Pense no que interessa ao seu público e tente fazê-lo em vídeo. E repito: prova. Esta tem que ser a sua nova fórmula preferida: testar e medir.

Exemplo: 4 dígitos para que o seu e-commerce precisa ser móvel

Nossa matéria pendente. Sempre amei, nunca encontramos o momento perfeito. E o momento perfeito nunca vai chegar. assim, teremos que nos colocar as pilhas, fazê-lo e ponto.

Enquanto isso, deixo com um dos meus podcasts favoritos.

Exemplo: Marketing School, de Neil Patel e Eric Siu, duas grandes referências em Marketing Digital.

Bônus: Slideshare

Não esqueça o grande potencial que tem o Linkedin e, ainda mais, o potencial que têm as apresentações como um formato de conteúdo rapidamente digerível e muito visual. Nós lhe damos prioridade muito o visual e nós amamos o Slideshare como plataforma para lançar um spin-offs de grandes peças de conteúdo.

Não se esqueça de integrar as apresentações em seus posts para melhorar a legibilidade e a dar mais valor ao conteúdo.

Exemplo: o Que é Inbound Marketing?

E no seu caso, que tipo de conteúdos são o teu santo graal?

Artigos relacionados:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on tumblr